quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Vistos

Olá galera,

Me desculpem pela demora em postar! Eu estava com trâmites médicos para a viagem, arrumando malas e documentos e tudo mais... Infelizmente a vida de intercambista não é só um mar de rosas, a gente também se fode.

Aqui estou eu, com 38.3'C de febre (sim, eu tive exacerbação das vacinas lol), escrevendo pra vocês como se não houvesse amanhã... Let's talk about visa issues! :)


Para começar a conversa, parando do último tópico... Depois que a universidade americana te aceita (sim, praticamente um casamento pelo tempo que demora ¬¬), você recebe do IIE um documento-chave que se chama Terms and Conditions, que é basicamente um contrato, falando pra onde você foi alocado, quais os benefícios que te deram (em relação ao housing, meals, health insurance, etc.), com seu advisor na universidade (pessoa que irá te guiar desde a compra de sabão em pó até equivalência de disciplinas) e um lugar falando que você aceita esse "match" que eles fizeram.
No CSF, infelizmente, você não tem direito de escolher sua universidade, então eles mandam seu Term e você tem que responder seu e-mail de 0 a 48h, e qualquer coisa além disso eles vão entender como um "não, não quero estudar aí", ou "não, esperava Harvard pô, porque eu fui parar no Alaska?". Resumindo: ninguém tá nem aí pros seus motivos de aceitar ou não, whatever, se você aceitar, tem que ser até 48h do envio deles.

Como aceitar?
Você imprime os terms, assina no final, escolhe um local e data para tirar seu visto e rubrica todas as páginas (afinal, é um contrato), scaneia e manda para o IIE. Salve o e-mail, por motivos bósvios.

Parabéns, você acaba de doar sua alma para o Ministério da Ciência e Tecnologia.

Bom, o que é um visto?
Um visto é uma permissão concedida pelo consulado do país que você pretende entrar, e, no caso do visto para o meu CSF, eu tive que tirá-lo depois de ter recebido meus Terms and Conditions do IIE.
O visto, além de permitir sua entrada no país, ele determina o que você pode fazer lá. O visto mais comum cedido é o B2 (turista que vai comer frango frito na Disneiuoud) e o B1 (negócios... na verdade é o visto de peão né.. pq o chefe nem tem visto, tem Greencard auahuahau) enfim, o visto que você vai requerir nos EUA é o J-1 (Student), cujo subtipo é Non-Degree Student.

Non Degree-Student? MELDELS QUANTO TEMPO PERDIDO COMO ASSIM EU NÃO SOU DEGREE STUDENT?
Não, você não é Degree Student porque não vai se formar por lá, camarada. Não corte os pulsos, você vai aproveitar suas disciplinas da mesma maneira.

Enfim, você precisa tirar o visto, e agora é a hora que você para e faz a mesma pergunta que os 680 bolsistas que estão indo comigo:

"Mas a CAPES não ia pagar tuuuuudo?"



Sim, mas a taxa de visto é uma personal expense sua.




Enfim, para você começar a pensar na sua vida, você precisa receber um documento do IIE chamado DS-2019, que é um documento expedido oficialmente pelo Governo Americano e que atesta que você está apto para obter um visto de estudante (como o J1), e que você está matriculado na universidade _____, e que tem uma bolsa e um seguro saúde de R$____ que será pago pelo governo. Resumindo: ele realmente tá vindo estudar e tem quem pague se ele ficar doente, então pode liberar aí fio. O exemplo do DS2019 tá aqui embaixo:


E agora que você vai começar a ser esfaqueado com as taxas o/

Enfim, depois de receber o DS-2019 você precisa preencher o form no site da embaixada (form de request do visto J1 - DS-160) americana pra gerar um comprovante que tem sua foto e um código de barras do lado (é como se fosse seu ingresso pra ir tirar o visto), é a hora que o consulado pede pra você mesmo tirar sua foto e fazer upload e fica meia hora falando que tá sem brilho, que você está cabeçudo, descentralizado, etc.

O preenchimento do formulário DS-160 é o primeiro passo.

Após prencher o DS-2019, você deve ir no link https://www.fmjfee.com/i901fee/ e preencher o form I-901, que vai gerar o boleto pra você pagar sua taxa SEVIS (primeiro gasto, custa US$180).

Após ter a SEVIS em mãos e o DS-160 preenchido com os dados que constam no seu DS-2019, você tem que providenciar o pagamento da taxa para visto J-1, que pode ser pago em qualquer agência do Citibank em horário comerical. Para pagar essa taxa, você só precisa ir na agência do Citibank munido do seu passaporte! Ela custa a bagatela de US$140 :(

Enfim, depois dessa segunda facada, você leva no dia da entrevista:
  • Passaporte
  • Carteira de Identidade
  • Comprovante de pagamento da taxa de visto do Citibank
  • Comprovante de pagamento da taxa SEVIS
  • Confirmação do preenchimento do DS-160 com código de barras
  • DS-2019 – imprimir o arquivo enviado por e-mail pelo IIE
  • Terms and Conditions - impresso e assinado por você!
  • Foto 5x7 recente

Como o CSF é um programa do Sci and Tech Ministry, você vai ter uma "ajudinha" nos bastidores para conseguir seu visto: palestra com o cônsul antes, instruções sobre a entrevista do visto, etc.

Na entrevista, é simples, você passa por três cabines

1) Check out de documentos (pra ver se falta algo, foto, pagamento, etc.);
2) Coleta de digitais (fingerprints), onde eles coletam suas dez impressões digitais pra mandar pro FBI auhuahuah zuera... então, você precisa ter suas dez impressões digitais gravadas nos PCs da embaixada caso aconteça algo;
3) Entrevista

A entrevista

Pff, fique sussa, os cônsules são jovens em sua maioria e já foram universitários também. No geral eles perguntam pra onde você vai (tudo em inglês, bósvio), que curso você faz, quanto tempo você pretende ficar, se você pretende voltar posteriormente pra estudar nos EUA, etc.

Alguns são bem amigáveis. Comigo ele perguntou onde eu iria estudar, eu falei que era na UIndy e ele soltou um "Oh they have a great basketball team there!" eu... "oh, nice :)"

Fiquei meio sem reação, mas acontece né.

Aí você deixa seu passaporte com todos os documentos lá no consulado, e preenche um envelope pra eles te mandarem em casa depois por correios (custa até R$60)

Resumo dos gastos:
US$180-SEVIS
US$140-J1 Visa
R$60 - Sedex

= R$720,00 (considerando o dólar R$2,00) = KABOOM

Enfim, foi meio pe$ado pra mim esse episódio :(, mas creio que vale a pena. E se você é de outro estado (que não tenha consulado), tem que adicionar seu deslocamento (seja de avião, barco ou trem) e hotel (se vc usar), nessa quantia aí em cima, porque também não são pagos.

Mas você que espera seu príncipe encantado ou sua princesa da Disney, logo logo vai desejar outra pessoa: o carteiro. Sim, os dias de ansiedade para o passaporte chegar na sua casa são intermináveis (até porque eles sempre atrasam 1...2 dias hahaha), mas no final tudo dá certo, e você recebe um visto assim:


Oi galera, tenho Cushing bjs

E pra quem pensou que não teria gastos, ficou um ótimo





Beijos, abraços e boa sorte =)






8 comentários:

  1. Isso pq vc mora em SP, imagine a turma que teve que pagar passagem aérea comprada em cima da hora em Dezembro, e pagar hotel, taxi e etc?

    ResponderExcluir
  2. Verdade, Ademar! Tenho mais pena da galera do Pará, do RS, que foram pra sampa =(

    ResponderExcluir
  3. Mas perto do que o governo tá investindo na gente, isso é esmola! hahaha
    Minha faculdade custa mais de 20.000 dolares o semestre, sem contar o alojamento que é mais um 13.000!
    tensoooo!

    ResponderExcluir
  4. Opa Bruno,
    Quanto tempo demorou para de fato chegar o passaporte na sua casa após a entrevista ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo!

      Demorou 8 dias exatos.

      Excluir
    2. Mas sou do interior de SP, fiz pelo consulado daqui!

      Excluir
    3. Entendo..
      Obrigado pelo resposta !

      Achei muito bom seus posts !
      Está tudo bem detalhado.

      Continua postando suas experiências! =D

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir